© 2018 -  Todos os direitos reservados - Design by Galismarte

Siga a Gente

  • Skiner Facebook
  • Skiner Instagram
  • Skiner YouTube

Downloads

Skiner Downloads
  • Skiner Estetica

Eletroterapia Estética



Tipos de forças aplicadas ao organismo

  • Físicas: calor, frio, mecânicas, sonoras.

  • Elétricas: unidirecionais ou bipolares.

  • Químicas.

  • Luminosas.

Forças físicas

  • Produção de calor: banhos, compressas, turbilhão, banhos de parafina, ULTRASOM, ELETROPORAÇÃO, MANTAS TÉRMICAS, FORNO DE BIER.

  • Objetivos no tratamento estético (Van’t Hoff): Aumento na velocidade de reações orgânicas, melhora na síntese proteica, espasticidade do colágeno, analgesia, vasodilatação, melhor cicatrização.

Radio Frequência

  • Ondas eletromagnéticas de 500Khz a 8Mhz, com eletrodos Schielepacke ou eletrodos diretos

  • Não agressivo.

  • Estimula produção energética.

  • Aumenta produção proteica.

Indicações da Radio Frequência

  • Tratamento de estrias: uso para melhoria da penetração de substâncias e ativação celular sinérgica.

  • Tratamento de flacidez cutânea.

  • Tratamento de celulite e gordura localizada.

  • Heliodermias.

Mantas Térmicas ou Infra vermelho não luminoso

  • Geração de calor por excitação de material mau condutor.

  • Variação ideal de trabalho entre 45°C e 48°C.

  • Auxilia no aumento da absorção cutânea.

  • Aumenta velocidade da contração muscular, com melhora na qualidade da mesma.

  • Pode ser conjugado com outros métodos.

Força mecânica

Endermoterapia: tração por pressão negativa da pele, com três vetores para massofilaxia por rolagem e palpação. Pressão ideal para drenagem máxima (-)100mmHg (Raul Pinto – Monte Carlo,2000). Acima disso objetivo de espasticidade do colágeno e liberação de aderências.

Forma de Aplicação

  • Direta: apenas um óleo para deslizamento.

  • Com malha: objetivo de atenuar pressão excessiva. Melhor posição: decúbito lateral. Cuidado com flacidez de pele.

Forças elétricas

  • Corrente direta: iontoforese, eletroforese, galvanopuntura.

  • Correntes excitomotoras.

  • Alta Frequência.

  • Vapor de ozônio.

  • Micro correntes.

  • Eletrolipólise.

Corrente Direta, galvânica, constante

  • Movimento unidirecional de elétrons, cria dois polos distintos.

Características dos polos

Positivo ( + ):

  • Reação ácida

  • Liberação de oxigênio

  • Queimadura ácida

  • Coagulação

  • Vasoconstrição

  • Sedação

Negativo ( – ):

  • Reação alcalina

  • Liberação de hidrogênio

  • Queimadura alcalina

  • Liquefação

  • Vasodilatação

  • Excitação

Iontoforese (Cisari,C e Severini,G; Fisioterapia clinica pratica, Milano, Edi Ermes, 1999. Drug delivery group; European Journal of Pharmaceutical Ciences 14 (2001) 101-114.) É o termo utilizado para definir o transporte ativo de uma molécula iônica no tecido, mediante a passagem da corrente elétrica através da solução que contem a molécula a ser administrada.

Galvanopuntura Método criado (Pierantoni 1953) para ativação do fibroblasto e das proteínas tissulares. Pode ser de aplicação facial (linhas de expressão) ou corporal em estrias.

Correntes excitomotoras Visam despolarizar o músculo, gerando uma contração involuntária. Objetivos: Consumo calórico, hipertrofia muscular, analgesia.

Corrente excitomotora isotônica:

  • Grande número de contrações.

  • Limiar de capacidade do músculo não é excedido.

  • Aumento respiração celular.

  • Aumento produção de ATP.

  • Baixa hipertrofia.

Corrente excitomotora isocinética:

  • Pode ser monofásica ou bifásica.

  • Ter corrente portadora (2500Hz russa) ou Aussie – 4100Hz.

  • Tensão e tempo de contração máximos.

  • Aumento de proteínas, tanto musculares quanto colágenas.

Alta frequência

  • Gerador de corrente alternada para excitação de eletrodos de gás.

  • Bactericida.

  • Hiperemiante.

  • Cauterizador.

Microcorrentes

  • Correntes mistas com polaridade definida.

  • Ação de estimulação trabalho celular.

  • Regeneração cicatricial.

  • Melhora circulatória.

Eletrolipólise Método criado (Dang, 1982) para aumento de Ampcíclico por eletroterapia.

Formas de aplicação

  • Com agulhas: Mais eficiente, uma vez por semana – aplicação médica.

  • Sem agulhas: Maior número de sessões, até 3 vezes por semana.

Lâmpada de Wood

  • Radiação ultravioleta

  • Método de diagnóstico

  • Método terapêutico

  • Intervalo de longitude da onda: 320 a 390Nm

Achados básicos

  • Pele lipídica: fluorescência viva

  • Pele alípica: pouca fluorescência

  • Manchas epidérmica: mais acentuada

  • Manchas dérmica: menos acentuada

  • Psoríasis: fluorescência prateada

Tipos de Radiação Krueger N, Sadick N S New Generation radio frequency technology. 2013. Cutis;Jan:91:39-45 Borges FS. Dermatofuncional:modalidades terapeuticas nas dinfunções estéticas. In “Capítulo 25 – Radiofrequencia. Ronzio O, Meier P F”. 2010. Ed Phorte. São Paulo. P 609-626.

  • Ionizantes: possuem energia suficiente para ionizar átomos e moléculas com as quais interagem – exemplos: Raios-X, Gama, Alfa, etc.

  • Não Ionizantes: não têm energia suficiente para a ionização – exemplos: RF, luz visível, luz ultra violeta, infra vermelha, microondas de aquecimento e corrente elétricas.

Radiações não ionizantes Origem: movimentação de cargas elétricas, variando sua excitação em razão da frequência, comprimento de onda e quantidade de energia (potência). Frequências: variam de acordo com cada fabricante – mais usuais: 500KHz, 800KHz e 1,05MHz.

Tipos de aplicadores Borges FS. Dermatofuncional:modalidades terapeuticas nas dinfunções estéticas. In “Capítulo 25 – Radiofrequencia. Ronzio O, Meier P F”. 2010. Ed Phorte. São Paulo. P 609-626. Louis M S, Goldberg D J. Radiofrequency in cosmetic dermatology: a review. Dermatolsurg 2012;Nov:38(11)1765-76

  • Tetrapolar

  • Bipolar

Radio Frequência

  • Aplicações terapêuticas estéticas

  • Atenuação flacidez facial

Ultrasom Ondas ultra-sônicas são provenientes de vibrações mecânicas da compressão e descompressão de um cristal piezoelétrico.

Potência (Stwart,HF, and Stratmeyer, ME: Na Overview of Ultrasound: Theory,Measurement, Medical Applications, and Biological Effects, HHS Publication FDA 82-8-90,1982)

  • Baixa: 0 a 0,5W/cm² – emissões pulsadas – função reparadora.

  • Média: 0,6 a 1,5W/cm² – emissões pulsadas ou contínuas.

  • Alta: acima de 1,6W/cm² – emissões geralmente contínuas.

Modos de emissão

  • Contínuo

  • Pulsátil

Hidrolipoclasia Bartoletti, CA, Meedicina estetica – Metodologie diagnostiche, preventive e corretive. Ed Salus, Roma, 1a. Ed, pags 423-438

Cecarelli, 1990, faz primeira descrição do método Colantonio, 1993, utiliza para tratamento de lipoma. Soluções infiltradas: Klein (bicarbonatada) ou com Lidocaína 2% – média de 2cc por ponto. Ultra-som: potência máxima, taxa de aproximadamente até 15 segundos/cm², melhor com 3 transdutores. Pignatelli e Coll, 1995, verifica maior taxa de lipiduria com 18 horas do procedimento.

Formas de aplicação

Técnica de grande superfície:

  • 4 ou 8 eletrodos.

  • 2 cristais em cada eletrodo.

  • Diminui aplicação manual.

  • Maior eficácia localizada.

Parâmetros para Hidrolipoclasia Ultra-sônica

  • Frequência: 1 ou 3 MHz

  • Intensidade: 2 a 3 Watts

  • Modo de emissão: contínuo

Cavitação Fenômeno que envolve a formação e/ou oscilação de uma cavidade cheia de gás ou vapor, dentro de um meio líquido.

Solução de Infiltração: – 50 a 100% de soro fisiológico – 30 a 50% de água destilada – Volume: 10 a 30ml para área de 10cm de diâmetro

Contra indicações

Absolutas:

  • Portadores de marca passo.

  • Gestantes.

  • Em área tumorais.

  • Pós radioterapia.

Relativas:

  • Lesões teciduais.

  • Disco de crescimento epifisário.

  • Doenças crônicas não tratadas.

  • Próteses metálicas

  • D.I.U.

Indicações para uso da eletroterapia:

  • Acne – rosacea

  • Envelhecimento cutaneo

  • Celulite

  • Pré e pós operatório

  • Estrias

  • Flacidez cutânea

  • Manchas

Acne – rosacea: – Pele seborreica – Grande quantidade de traumas cutâneos – Manchas

Tratamento clínico da seborreia

  • Desincrustação: usar com laurilsulfato

  • Microdermoabrasão

  • Conjugar com ácidos (ex. Mandelico, retinoico, glicolico)

  • Auxilio na cicatrização

  • Evitar iontoforese, eletroestimulação

  • Evitar fontes de calor

  • Rosacea

  • Cuidado na microdermoabrasão

  • Conjugação com ácidos na rinofima

  • Usar o mínimo de eletroterapia

  • Evitar fontes de calor

Indicações

  • Microdermo abrasão

  • Microcorrentes

Indicações da eletroterapia no envelhecimento

  • Esfoliações a cada 28 dias, por micro ou dermo abrasão.

  • Microcorrentes com geis com principios ativos (antioxidantes, silicio organico, GAG, proteinas) ou iontoforese.

  • Estimulação isotonica / isometrica.

  • Desincrustação se pele seborreica.

  • Galvanopuntura linhas suaves.

Objetivos da eletroterapia para celulite

  • Drenagem do sistema venoso e linfático.

  • Eliminação de fibrose do tecido.

  • Diminuição quantidade de gordura.

  • Aumento da temperatura tecidual.

  • Incremento da atividade celular.

Drenagem veno-linfática

  • Estimulação muscular sequencial.

  • Eletroforese grande superfície.

  • Endermoterapia: massageamento a vácuo com rolagem e palpação.

Aumento da temperatura tecidual

  • Ultrasom 1 e 3 Mhz

  • Endermoterapia

  • Mantas térmicas

Manchas

  • Microdermoabrasão

Microcorrentes

  • Conjugação obrigatoria com ácidos

Skiner - Tecnologia Criando Bem-Estar


230 visualizações